Pular para o conteúdo principal

Não deixe o amor sair de moda

Ah, o amor!
O mais arrebatador dos sentimentos!

O amor por um irmão...
Pelos pais e amigos.

O amor por um filho...
Pelo amor da sua vida!

O amor a Deus...
O amor de Deus!

Quantas belas obras não terão já sido feitas em nome do amor? Pinturas, músicas, poemas, edifícios de arrojada arquitetura...

Ou quantas loucuras e pecados foram igualmente cometidos equivocadamente em seu nome: porfias, sacrilégios, assassínios?...

Contudo, o amor verdadeiro possui a capacidade – e mais – o poder de inspirar grandes gestos de sacrifício em prol da pessoa amada, dos entes queridos e do próximo (mesmo que desconhecido).

Amor não é egoísta, possessivo, ordinário!

Amor é um sentimento nobre, excelso, que aproxima as pessoas, promove convenções sociais (como a família, o namoro e o casamento), e acalenta a todos os corações na partilha diária de dores e dissabores da existência terrena – preparando o caminho para a glória eterna.

Repleta de amor.

© Copyright Roberto Guedes. Todos os direitos reservados.

Este texto é parte de um editorial publicado originalmente na revista portuguesa Esperança 8 (Cena Editorial), lançada em 28 de outubro de 2004, e foi atualizado e revisado pelo próprio autor.

Comentários

Soraia disse…
Num mundo tão cheio de crueldade e individualismo, ditado pelo machismo, a ignorância, a falta de fé e amor ao próximo, precisa mesmo ser muito homem pra escrever um texto tão lindo assim.
Parabéns!
Anônimo disse…
Guedão,

Essa é covardia. Ler um texto desses no final do dia, regado a um "birinight" é demais!

Hoje a minha patroa não escapa. hehehe

Valeu, mestre!

Carlos
Bira disse…
Eita, tá religioso, meu amigo!
Vai se ordenar com o Kaká?
Abração
Wendell disse…
Fala aí "Robbie"! rs

Mais um lindo texto, meu chapa!
Quantas vezes este sentimento nos dá a força necessária diante das inúmeras provações deste mundo, não é mesmo? Naquele instante em que você acha que não consegue mais caminhar; uma só faísca e POW! De volta ao jogo. rs
Creio que a busca pelo amor é a busca pela plenitude, e quando conseguimos atingí-lo, coisas como tempo e espaço não são nada mais que simples palavras.

Grande abraço, mestre!

Wendell
izely guedes disse…
Ah primo, o amor!
O amor cultiva o amor, o amor faz o amor aumentar, atravessa crises, sobe acima das mais altas montanhas, desce às maiores profundezas da alma, percorre de novo as trilhas já percorridas com a graça do perdão e avança por novos caminhos com a luz da esperança.
Esse é o amor que eu acredito!
E vejo que você também!
Parabéns pela sensibilidade tão rara nos homens.
Você é demais.....totalmente demais!!!
beijos
Valcir disse…
Guedes, bom dia!

Sim, concordo: o Amor é arrebator, sem destruir ou machucar. O amor é divino e pleno em Deus, e o exemplo de Jesus faz-nos refletir sobre a vida e o nosso comportamento junto aos amigos e colegas. Muito obrigado!
Sil disse…
Simplesmente... AMEI o texto!!!!!!
Lucio disse…
Guedes,

Destaco no texto, a seguinte constatação:

"Amor não é egoísta, possessivo, ordinário!"

Acertou na mosca!
Parabéns!
Kiara Guedes disse…
Como diz Tiago de Melo: "O amor é... é... ah, desisto" :)
Um ótimo fim de semana.
Bjs, meus.
Anônimo disse…
É verdade Beto, o amor semeia alegria, destrói a tristeza, reacende a chama da fé, leva calor humano, constrói lares, não se importa com títulos e gestos. O amor verdadeiro está dentro de cada um de nós e é possível mostrá-lo, basta ter vontade.
Parabéns Beto, você é "THE BEST".
Beijos mil.
Marcia disse…
Lindo e inspirador.
O que seria do mundo sem o AMOR,
sem o Amor de Jesus,eu creio que nada, porque tudo o fazemos é por amor, com amor , por alguém ou por nós mesmos.
Parabéns mais uma vez, é um orgulho ter um escritor amigo, beijos

Marcia Latorre
Bira disse…
Caraca, Guedão, há 3 anos que eu converso com um filipino, o Gerry, mandei minha nova carica dos Comics Masters
http://caricasdobira.blogspot.com/
aí descubro que o Rudy Florese é padastro dele.
É mole???????????????
Dá uma olhada nas caricas e aproveita pra ouvir um blues canadense da hora!
E sexta nos vemos lá em Sampa no HQ Mix!!!!!!!!
E tome gaita!
Braços
Sandra disse…
Roberto vc falou do AMOR, o sentimento mais lindo q existe!!o q seria de nos sem o AMOR,
adorei o texto e parabens pela sua sensibilidade!!
beijo.
Regina disse…
Beto, esqueci de incluir meu nome novamente. O anônimo sou eu, tá?
Beijinhos mil.