Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

A última página

É até meio óbvio dizer, mas o final de uma história nem sempre se dá na última página – algumas vezes, por exemplo, a trama continua no próximo número. Há finais emocionantes e outros sem graça; de vez em quando o final é triste, e noutros, de pura fossa.

E isso não se restringe às HQs. No cinema, por exemplo, há casos em que um filme deixa pontas soltas para uma seqüência, caso da sensacional trilogia De Volta Para o Futuro; e na televisão, não é raro vermos seriados usarem do expediente folhetinesco de deixar a surpresa pra logo depois, sempre na mesma bat-hora, sempre no mesmo batcanal.

Pois é, a vida da gente é assim também, se não algo programado por um autor onisciente – e antes que diga “Deus”, vale lembrar que Ele nos concedeu o livre-arbítrio –, ao menos com certa cota de previsibilidade advinda deste ou daquele ato (pensado, impensado, tresloucado ou ultrapassado que seja).

Todos nós somos protagonistas de nossas próprias vidas. A cada amanhecer temos a oportunidade de inici…

A Era de Platina

A história das Revistas em Quadrinhos nos Estados Unidos começou em 14 de setembro de 1842, com a publicação do suplemento The Adventures of Mr. Obadiah Oldbuck, escrito e desenhado por Rodolphe Töpffer. Era uma republicação de tiras feitas para jornais, contendo um total de 40 páginas de histórias. Töpffer é considerado por muitos historiadores americanos, como o “pai dos quadrinhos atuais”, pois suas tiras continham seqüência narrativa e textos nas bordas dos painéis. O próprio autor costumava se referir aos seus quadrinhos como “picturestory” (que poderia ser traduzido como “história em retratos”).

Anos depois, em 02 de junho de 1894, Richard F. Outcault publicou sua primeira tira tendo crianças de rua como protagonistas, para Truth, um magazine de interesse geral e de grande circulação nacional. Entre as personagens se destacava a figura de um menino asiático vestindo um camisão. Foi quando Morrill Goddard, editor do The New York World – o jornal mais vendido da América no período…