Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Quando Paul Simon aconselhou Lee e Kirby

Este é mais um caso bem interessante de interação entre música e quadrinhos, do qual fiquei a par em 2008, mas que, por uma razão qualquer, acabei esquecendo de contar aqui no blog. Bem, antes tarde do que nunca, é ou não é?

Na ocasião, eu participava ativamente de uma lista de bate-papo do Yahoo dedicada à carreira de Stan Lee. Entre os membros havia muitos fãs, estudiosos, jornalistas e até mesmo alguns ex-profissionais da Marvel - como por exemplo, ninguém menos que Roy Thomas.

Papo vai, papo vem, alguém pergunta a Roy se o cantor Paul Simon teria mesmo lido os créditos de algum gibi da Marvel ao compor "50 Ways to Leave Your Lover" (50 Maneiras de Deixar Sua Amante), um de seus maiores sucessos, lançado em 1975.

Antes da resposta de Roy, vale uma explicação: Após se divorciar da sua primeira esposa, Peggy Harper, Simon escreveu essa canção como se fosse um conselho bem-humorado de um amante para o marido, sobre as maneiras de se terminar um relacionamento.

Mas foi no ref…

Influência poética

Alguns títulos são tão bons ou até melhores que a própria história!
É o caso de “Que Teia Embaraçada Nós Tecemos”, clássico do Homem-Aranha publicado originalmente em Amazing Spider-Man 61 (junho/1968), escrito por Stan Lee e desenhado por Don Heck (sobre os esboços de John Romita).

O título é na verdade um trecho do poema épico "Marmion",de 1808, escrito por Sir Walter Scott, que traz reflexões sobre as consequências advindas de traições e mentiras.

A combinação das palavras com a imagem (mostrando o protagonista cabisbaixo em primeiro plano, e os coadjuvantes ao fundo emaranhados na teia) ainda me causa forte impressão.

Tanto é verdade, que em homenagem ao título/frase, escrevi uma história do Meteoro enfrentando um criminoso com poderes aracnídeos (Aranha-Lunar) chamada "A EmbaraçadaTeia da Vida", publicada pela Editora Escala em Almanaque de Quadrinhos 1 (2002), e reprisada em Meteoro Comics 3 (2011).

Em 2009, também escrevi um texto reflexivo para o Manifesto, util…

Parceria famosa

Uma das mais tradicionais parcerias das HQs tem início quando o Lanterna Verde rompe a velocidade da luz e vai parar em Spectar, um planeta de outra dimensão. 
Ele sofre uma concussão cerebral e, após ser socorrido pelos habitantes, volta a Terra – onde, em sua identidade de Hal Jordan, famoso piloto de jatos, é entrevistado por Iris West. 
Hal é apresentado a Barry Allen, namorado de Iris, sem saber que se trata de seu amigo Flash da Liga da Justiça. Hal começa a ter atitudes estranhas, e quando Barry decide segui-lo, descobre que o piloto é o Lanterna Verde. 
O herói esmeralda fica agressivo. Após uma batalha ferrenha, domina Flash e o leva para Spectar. Desde o começo, os alienígenas manipulavam a mente abalada de Hal com essa intenção. 
Os vilões pretendiam descobrir o segredo da supervelocidade, romper a barreira vibracional que separava seus mundos e, enfim, dominar a Terra. Porém, Hal se recupera, liberta Flash e, juntos, derrotam os vilões. Ao final, para ser justo, Flash reve…

Meteoro Responde 3

Menos de um mês depois de seu lançamento, o Almanaque Meteoro 5 se encontra com sua tiragem inicial praticamente esgotada. Restam alguns poucos exemplares que, com certeza, vão se evaporar rapidinho - o que irá, provavelmente, me forçar a imprimir uma segunda tiragem em 2015, para atender novos pedidos (assim como aconteceu em relação ao AM 4, o ano passado).

Já recebi muitas mensagens, via e-mail e Facebook, comentando a edição. A grande maioria tece elogios rasgados às tramas (principalmente à HQ backup "Meu Exemplo, Tua Escolha"), aos desenhos, e até mesmo ao acabamento gráfico.

Mas há também reclamações a respeito da periodicidade, sempre um problema presente no meio alternativo - pelo menos, para quem se propõe a publicar um título seriado. Até por isso que nem tento viabilizar o AM através desses sites de crowfunding. Tal sistema, creio, funciona melhor para projetos fechados.

Ou seja, a ideia não está descartada, contudo,se acontecer, será com algum álbum especial ou …

Mais algumas frases contundentes

Como o pessoal gostou bastante da postagem "Frases contundentes no mundo das HQs", decidi repetir a dose, com mais algumas declarações inteligentes, engraçadas, polêmicas e impactantes proferidas por importantes personalidades dos quadrinhos. 

Pois então, leia-as e divirta-se, meu chapa!  


“Eu, Jerry Siegel, cocriador de Superman, roguei uma praga para o filme do Superman! Espero que seja um superfracasso” – Jerry Siegel, em 1975, ao saber que seu famoso personagem seria levado às telas de cinema, e que não receberia um tostão qualquer.
“No início dos anos setenta, fui numa convenção de quadrinhos em São Paulo e encontrei muitos fãs do Fantasma. Um deles era o Pelé. Inclusive fui ao vestiário, depois de um jogo, encontrar-me com ele. Ele estava de sunga, parecendo um Hércules. Ele me pediu um autógrafo, e eu também pedi seu autógrafo, que tenho até hoje” –Lee Falk, o lendário criador de Fantasma e Mandrake, comentando sobre o seu inusitado encontro com o Rei do Futebol.
“Filho d…