Pular para o conteúdo principal

Zan-Garr da Valakia

Para estrear a cara nova do Manifesto, nada melhor do que publicar uma história em quadrinho pra lá de movimentada e emocionante, não é mesmo, intrepid one? Na realidade, inauguro mais uma seção batuta do blog, a Première Manifesto – dedicada única e exclusivamente à exibição de HQs de minha autoria. Seja material antigo, novo, pequenos trechos, tiras etc. Embora a plataforma de exibição não seja a ideal para uma leitura virtual, a intenção aqui é apenas a de passar uma noção do projeto, aguçar a curiosidade do leitor, arrancar comentários... Enfim, você entendeu a idéia.

Sobre a aventura a seguir, vale algumas explicações.

"Zan-Garr da Valakia" é uma história curta de apenas quatro páginas, no estilo "Espada-e-Feitiçaria", e foi idealizada por mim há cerca de 10 anos para preencher a parte final de uma revista de RPG.

Os desenhos foram feitos por Marcelo Borba – meu antigo parceiro de produções do selo Fire Comics –, enquanto que a arte-final ficou a cargo de André Valle – experiente profissional da área, com extensa folha de serviços prestados a diversas editoras. A combinação de seus estilos nos oferece um arrojado visual.

Por motivos que nem lembro mais, a história acabou não publicada, e ficou na gaveta todo esse tempo, até que, recentemente, peguei-a nos arquivos e decidi exibi-la ao público leitor. Queria colorir o material antes, mas o colega contatado pra isso não estava com tempo disponível. Repare também que as letras nos balões foram feitas à mão – diferente de hoje em dia, em que há diversos tipos de fontes de computador à disposição dos quadrinistas.

O protagonista é um príncipe cigano que viveu no primeiro século da Era Cristã, percorrendo caminhos estranhos entre a Ásia, África e Europa. Ele tem uma missão, mas para sabermos qual é, precisaríamos ler toda a sua saga... Hmm... Quem sabe num álbum especial, ou em uma revista periódica? O que você acha meu chapa?

Zan-Garr da Valakia © Copyright Roberto Guedes. Todos os direitos reservados.

Comentários

Anônimo disse…
É isso aí Guedes!!!
Gosto muito do seu trabalho, sempre que posso dou uma espiada no seu Blog.
Que venham mais novidades.
Mais que mocinha malvada hein?
Abs.
Júlio.
Anônimo disse…
Eu acho ótimo meu chapa! Que tal uma revista periódica!
Estou gostando, manda mais ...
Fernando
Cesar disse…
Ah... isso não se faz, Guedes!
Agora vou querer saber qual a missão do Zan-Garr, vou querer saber onde é a Valakia, vou querer saber porque Lilith queria prejudicar a missão dele, etc., etc., etc.,... eh, eh, eh!
Muito boa a história e desenhos ótimos também.
Parabéns e abraços do chapa

Cesar
Anônimo disse…
Guedão,

Muito bom!

Esta nova seção do blog me dá a esperança de vermos aqui todas as HQs do Meteoro, em ordem cronológica ... hein, hein, hein??

Abração.

Paulo Ricardo Montenegro
Jota Silvestre disse…
Esse é o Guedes! Sempre com alguma surpresa para seus fãs. Entendi bem a ideia, meu amigo, mas ainda assim sugiro que as próximas HQs sejam postadas em formato CBR; a leitura fica mais fácil.

Já tem nota disso lá no blog... hehehe.

Abs e parabéns por mais esta.

Jota Silvestre
http://papodequadrinho.blogspot.com
Uma pena que o Meteoro vai fucar na geladeira.É um dos poucos super-heróis brasileiros que mais mostrou o nosso modo de ser e viver.
Tudo culpa destes "republicadores" que se acham "editores".Meteoro é melhor que muita porcaria pretensiosa da Dc ou Marvel atual,com suas pretensiosas mega-sagas e mortes.Meteoro me levava à um período em que entretenimento e cultura fazia parte de uma boa HQ.
Já que investiu tanto,tente uma editora ,menor ou média(A Minuano por exemplo).o Cesar Sandoval tá voltando com a Turma do Arrepío,na editora Americana ou américa...Turma do Gabi pela Júpiter II tb...então?
Faço votos que volte logo!
Abraço!
Anônimo disse…
Dá-lhe Guedes. Não é o meteoro, mas é bem bacana também. Agora se ferrou, vai ter que dar continuidade a esta saga! Gostei muito do espaço para seus quadrinhos. Na próxima solta um meteorozinho aí, vai.
Abraço.
Andre Bufrem
Carlos disse…
Caçamba! Que trio da pesada (Guedes, Borba e Valle)!!! A história é curtinha mas cheia de manha, carnificina, mistério e sensualidade! Lilith é uma personagem da mitologia hebraica, não é? Que demais! E os desenhos ficaram lindos, principalmente os da última página, que mostram a transformação da mina em uma vampirona. Faço coro com o pessoal acima, na esperança de ver Zan-Garr numa revista impressa. Boa sorte, Guedão!
Sil disse…
Lindinho (nada de bonitinho - hihi), adorei o novo visual do blog. "Chique nos úrtimos"! E gostei bastante também dessa histórinha do Zan-Garr. Ele é um gato! Não é à toa que a Lilith o levou pra sua cabana. Acho que esse tipo de conto tem mais a ver com o gosto popular, do que esses heróis mascarados tipo Batman e Fantasma (que eu lia quando criança). Pra ser sincera, não entendo nada de gibis, mas adoro palpitar. hihihi O que percebo mesmo é que tudo que você põe a mão fica legal. É o que eu sinto. Parabéns por mais uma excelente trabalho!
Beijos!
Wendell disse…
E aí Guedão?
O Zan-Garr vai encontrar um Mago Supremo em sua jornada?
Putz! Se isso acontecer, será que existe algo que o próprio Zan-Garr não sabe sobre sua missão?
Qual é a história do povo de Zan-Garr?
Já viu né? Começando com as teorias. rsrs...
Agora você vai ter de contar o resto da história.

Abraços!

Wendell
Roberto Guedes disse…
Amigos, que bom que vocês gostaram do Príncipe da Valakia! Realmente essa HQ é apenas um "aperitivo", por isso não vou contar os detalhes de seu universo - até pra não estragar as surpresas que uma futura publicação irá, com certeza, trazer aos leitores.

Jota, valeu pela divulgação em seu blog!

Abraços valakianos a todos!
izely guedes disse…
Ah, não Beto, pode contar a missão!!!!! Estou aqui morrendo de curiosidade!
Adorei, primo! Viu só como mudanças são benéficas? Lá vem você, mais uma vez, com todo o seu talento aguçar a curiosidade do leitor com sutileza e criatividade. Esse menino é fogo!
Parabéns por mais essa e SUCESSO!!!!!
beijos