Pular para o conteúdo principal

Raridades no Gibilândia 10

 A nova edição do fanzine Gibilândia apresenta atrações imperdíveis para os amantes das histórias clássicas. Materiais raríssimos e obscuros ou que caíram em domínio público. Seguem adiante mais informações sobre as HQs e a entrevista imperdível:

Laço temporal – Estrelando os Herdeiros do Apocalipse, os protagonistas de Doomsday + 1, série de aventura e ficção científica lançada pela Charlton Comics em julho de 1975. No Brasil, as primeiras duas histórias do grupo foram publicadas na revista Spektro, da Editora Vecchi, em 1980. A HQ publicada no Gibilândia 10 foi retirada do prozine Charlton Bullseye 4, roteirizada e escrita pelo lendário John Byrne. Embora estivesse em seu início de carreira, o autor dava mostras de sua genialidade e talento. Logo depois ele migraria para a Marvel, onde, literalmente, faria história.

Kraven ataca... o Espetacular Homem-Aranha – Uma preciosidade produzida pela Marvel em 1974, que pouca gente hoje tem conhecimento, pois nunca antes havia sido publicada no Brasil e, tampouco, republicada nos Estados Unidos. Fez parte de uma série de gibis promocionais conhecida como Aurora Comic Scenes, que acompanhava kits de super-heróis para montar da fabricante de brinquedos Aurora. Roteiro de Len Wein e desenhos maravilhosos de John Romita Sr.

Viajando no ônibus azul – Num futuro próximo e desolador, o pequeno Toby Whitaker deposita sua esperança num misterioso ônibus que passa diariamente pela porta da sua casa. Um conto emocionante escrito por Bruce Jones e desenhado pelo rei do detalhismo George Pérez, extraído de Aliens Worlds 7 (abril de 1984), da hoje extinta Pacific Comics.

Jonah Hex – Uma escrachada paródia do caubói mais feio do Velho Oeste feita por seus próprios criadores, os indomáveis John Albano (roteiro) e Tony DeZuniga (arte). Publicada originalmente no fanzine oficial Amazing World of DC Comics 13 (outubro de 1976).

Uma rara e remota entrevista com Stan Lee – O título diz tudo. Entrevista reveladora com o saudoso fundador do Universo Marvel, realizada em 1964 e publicada num obscuro fanzine mimeografado. Na época, Homem-Aranha, Thor, Vingadores e X-Men ainda começavam a ganhar destaque, e os super-heróis só estreariam na televisão mais tarde. Contudo, Stan “O Cara” Lee já esbanjava simpatia e confiança no futuro sucesso de seus quadrinhos. Imperdível!

Mas atenção: não demore para fazer o seu pedido. A tiragem do Gibilândia é limitada e os exemplares costumam se esgotar em poucos dias.          

GIBILÂNDIA 10

Guedes Manifesto Produções Editoriais / Editor: Roberto Guedes / Diagramador: Sandro Marcelo / Capa: Neal Adams (Superman), John Romita (Kraven) e Robbie Prado (cores e design) / Formato: 14,5 x 20,5 cm / 36 páginas

© Copyright Roberto Guedes. Todos os direitos reservados.

Comentários