Pular para o conteúdo principal

O homem de pedra

Há muitos e muitos anos, imbuído pelo clima das histórias curtas de finais repentinos e surpreendentes da Warren e EC Comics, escrevi várias HQs de terror e ficção científica no intuito de montar uma revista nos moldes da saudosa Kripta.

Apesar de contar com vários desenhistas talentosos na execução da empreitada, todo o material acabou “engavetado” devido aos meus outros – e mais urgentes – afazeres de editor. Mas como no meio editorial vivemos em um eterno dèjá vu, e as idéias vêm e vão a toda hora, quem é que pode afirmar categoricamente que não retomarei as rédeas desse projeto, é ou não é, intrepid one?


Assim sendo, delicie-se por enquanto com a curtinha “O homem de pedra” (que escrevi para Marcelo Borba desenhar) como uma espécie de preview dessa gloriosa, e ainda inédita, publicação. É uma trama que fala sobre os segredos do coração humano, e da maneira como cada pessoa se vê e enxerga o mundo à sua volta. Cada um com a sua realidade dos fatos. Porém, a verdade, geralmente é uma só...

O Homem de Pedra © Copyright Roberto Guedes. Todos os direitos reservados.

Comentários

Anônimo disse…
WoW!

Adorei, velho! Ao melhor estilo Rod Serling e "Twilight Zone". E sempre disse que o terror em quadrinhos é uma seara riquíssima para a crítica social. Taí um ótimo exemplo.

Parabéns, Robertão. E espero que o projeto veja a luz do dia!!!

Abração,
Edu
Roberto Guedes disse…
Puxa, Serling era o cara, realmente!

Brigadão pelas palavras, Torelli!
Anônimo disse…
Torço que essa empreitada se realize.
Sou um grande fa deste tipo de historias, e saudoso da Kripta e Spektro.


Grande abraco.

Luciano Nascimento
Bira disse…
Que fantástico, Guedes!
Adoro esses flash-backs que vc posta aqui.
Valeu pelas notícias!
E obrigado pela visita!
Anônimo disse…
Ducacete, Roberto.
Logo que lí seu texto onde v. dizia que tinha escrito obras de terror já imageinei que seria um trabalho na linha "além da imaginação" do Stan Lee.
Fabuloso.
Inesquecivel.
Quero ler mais...
Você jaá escreveu uma história longa?

E parabéns de novo...e com louvor.
Franco
Valcir disse…
Guedes, bom dia!

Muito bom. Algumas histórias de terror têm o fundamento de dar uma lição, uma reflexão, e essa história não fugiu à regra. Gostei e como vai viabilzar a produção? Através da Lei de Incentivo?
Anônimo disse…
Muito bom Guedes! Manda mais pra nós! Essa revista pode sair imprassa algum dia, hein?
Abraço.
Andre Bufrem
Roberto Guedes disse…
Ainda não posso falar como pretendo publicar esse material, Valcir. Mas com certeza não será por meio de uma lei de incentivo.

Franco, há outras histórias maiores, mas algumas ainda precisam ser arte-finalizadas, outras de balões etc.

Birão, Luciano... obrigado pelas palavras!

Abraço a todos!
Roberto Guedes disse…
André, a intenção é essa!
Wendell disse…
Gostei pacas, Guedes!
Você escreve muito mesmo. Cara, eu também quero ler mais!

Abraços!

Wendell
mercadovisual disse…
Parabéns, Roberto! Essas histórias fariam sucessonuma revista.
Abração,
Gilberto
Adilson Lima disse…
Vindo de você e do Borba só poderia ser de qualidade. Conte com meu apoio. Grande abraço!

Adilson Lima
Sil disse…
Uiuiui, tenho medo de histórias de terror, prefiro os romances, Beto. hihihi Em todo caso, parabéns! A história é de arrepiar mesmo!
Anônimo disse…
Bem legal essa história, parabéns! Espero por mais!

Abraço.
leandro
Regina disse…
Parabéns! Muito legal, adorei essa história. Como todos, também quero ler mais.
Sucesso!!!
Izely Guedes disse…
Amei, primo! Não tinha visto essa.
Até no TERROR vc é bom!
Parabéns....beijos