Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Quando Paul Simon aconselhou Lee e Kirby

Este é mais um caso bem interessante de interação entre música e quadrinhos, do qual fiquei a par em 2008, mas que, por uma razão qualquer, acabei esquecendo de contar aqui no blog. Bem, antes tarde do que nunca, é ou não é? Na ocasião, eu participava ativamente de uma lista de bate-papo do Yahoo dedicada à carreira de Stan Lee. Entre os membros havia muitos fãs, estudiosos, jornalistas e até mesmo alguns ex-profissionais da Marvel - como por exemplo, ninguém menos que Roy Thomas. Papo vai, papo vem, alguém pergunta a Roy se o cantor Paul Simon teria mesmo lido os créditos de algum gibi da Marvel ao compor "50 Ways to Leave Your Lover" ( 50 Maneiras de Deixar Sua Amante ), um de seus maiores sucessos, lançado em 1975. Antes da resposta de Roy, vale uma explicação: Após se divorciar da sua primeira esposa, Peggy Harper, Simon escreveu essa canção como se fosse um conselho bem-humorado de um amante para o marido, sobre as maneiras de se terminar um relacionamento. Mas

Influência poética

Alguns títulos são tão bons ou até melhores que a própria história!   É o caso de “Que Teia Embaraçada Nós Tecemos”, clássico do Homem-Aranha publicado originalmente em Amazing Spider-Man 61 (junho/1968), escrito por Stan Lee e desenhado por Don Heck (sobre os esboços de John Romita). O título é na verdade um trecho do poema épico "Marmion",   de 1808, escrito por Sir Walter Scott, que traz reflexões sobre as consequências advindas de traições e mentiras.   A combinação das palavras com a imagem (mostrando o protagonista cabisbaixo em primeiro plano, e os coadjuvantes ao fundo emaranhados na teia) ainda me causa forte impressão. Tanto é verdade, que em homenagem ao título/frase, escrevi uma história do Meteoro enfrentando um criminoso com poderes aracnídeos (Aranha-Lunar) chamada "A EmbaraçadaTeia da Vida", publicada pela Editora Escala em Almanaque de Quadrinhos 1 (2002), e reprisada em Meteoro Comics 3 (2011). Em 2009, também escrevi um texto ref

Parceria famosa

Uma das mais tradicionais parcerias das HQs tem início quando o Lanterna Verde rompe a velocidade da luz e vai parar em Spectar, um planeta de outra dimensão.  Ele sofre uma concussão cerebral e, após ser socorrido pelos habitantes, volta a Terra – onde, em sua identidade de Hal Jordan, famoso piloto de jatos, é entrevistado por Iris West.  Hal é apresentado a Barry Allen, namorado de Iris, sem saber que se trata de seu amigo Flash da Liga da Justiça. Hal começa a ter atitudes estranhas, e quando Barry decide segui-lo, descobre que o piloto é o Lanterna Verde.  O herói esmeralda fica agressivo. Após uma batalha ferrenha, domina Flash e o leva para Spectar. Desde o começo, os alienígenas manipulavam a mente abalada de Hal com essa intenção.  Os vilões pretendiam descobrir o segredo da supervelocidade, romper a barreira vibracional que separava seus mundos e, enfim, dominar a Terra. Porém, Hal se recupera, liberta Flash e, juntos, derrotam os vilões. Ao final, para ser j

Meteoro Responde 3

Menos de um mês depois de seu lançamento, o Almanaque Meteoro 5 se encontra com sua tiragem inicial praticamente esgotada. Restam alguns poucos exemplares que, com certeza, vão se evaporar rapidinho - o que irá, provavelmente, me forçar a imprimir uma segunda tiragem em 2015, para atender novos pedidos (assim como aconteceu em relação ao AM 4, o ano passado). Já recebi muitas mensagens, via e-mail e Facebook, comentando a edição. A grande maioria tece elogios rasgados às tramas (principalmente à HQ backup "Meu Exemplo, Tua Escolha" ), aos desenhos, e até mesmo ao acabamento gráfico. Mas há também reclamações a respeito da periodicidade, sempre um problema presente no meio alternativo - pelo menos, para quem se propõe a publicar um título seriado. Até por isso que nem tento viabilizar o AM através desses sites de crowfunding. Tal sistema, creio, funciona melhor para projetos fechados. Ou seja, a ideia não está descartada, contudo,se acontecer, será com algum álbum esp

Mais algumas frases contundentes

Como o pessoal gostou bastante da postagem "Frases contundentes no mundo das HQs", decidi repetir a dose, com mais algumas declarações inteligentes, engraçadas, polêmicas e impactantes proferidas por importantes personalidades dos quadrinhos.  Pois então, leia-as e divirta-se, meu chapa!   “Eu, Jerry Siegel, cocriador de Superman, roguei uma praga para o filme do Superman! Espero que seja um superfracasso” – Jerry Siegel, em 1975, ao saber que seu famoso personagem seria levado às telas de cinema, e que não receberia um tostão qualquer. “No início dos anos setenta, fui numa convenção de quadrinhos em São Paulo e encontrei muitos fãs do Fantasma. Um deles era o Pelé. Inclusive fui ao vestiário, depois de um jogo, encontrar-me com ele. Ele estava de sunga, parecendo um Hércules. Ele me pediu um autógrafo, e eu também pedi seu autógrafo, que tenho até hoje” –   Lee Falk, o lendário criador de Fantasma e Mandrake, comentando sobre o seu inusitado encontro com o Rei do